Estilo

Tendência: Comprimento Midi

Faz tempo que não é novidade que o comprimento midi é uma tendência fortíssima, e agora, nessa temporada, ela mais do que se afirmou! O que acontece é que não só nas passarelas, mas nos street styles também, ela se manifestou nas mais diversas maneiras!

Um pouquinho de história? O comprimento midi foi uma resposta às Grandes Guerras, onde os homens largaram seus empregos para servir ao exército e as mulheres precisaram começar a trabalhar para manter o sustento de suas casas. Dessa maneira os vestidões compridos e pomposos foram encurtados para dar maior comodidade e agilidade às mulheres recém trabalhadoras. Os primeiros modelos midi são da década de 20, by Chanel, mais sequinhos e fluidos, com tecidos leves, e depois foi recriado na década de 50 pela Dior, agora mais armados e esbanjando feminilidade. Agora, no século XXI a linha aparece mais uma vez, renovada e moderna, ao estilo sensual ou romântico, para todos os gostos!

Quebrando alguns tabus, vamos falar como se usa essa peça que muitos julgam ser tão problemática. Primeiro de tudo: conheça seu corpo e respeite o seu biotipo! Isso não quer dizer que, por que você tem a estatura mais baixa ou está um pouquinho acima do peso, você não possa usar; quer dizer que você tem que seguir algumas dicas simples na hora de montar um look com comprimento midi. Então aí vão as dicas:

MODELOS JUSTOS

Dicas gerais: Esses fazem a linha mais sexy e despojada. O modelo evidencia as curvas então você precisa estar à vontade com elas para usá-lo. Para um look mais informal opte por rasteirinhas ou tênis. Já  para ocasiões formais aposte no salto alto, de preferência de cor nude, a fim de alongar a silhueta. Para qualquer situação dê preferência às bolsas de mão, pois elas trarão seriedade ao look e não atrapalharão no visual do vestido ou saia.

Para Plus Sizes: Não há motivos para ficar de fora dessa tendência. Algumas dicas principais, além daquelas apontadas acima são: escolha modelos drapeados na área da barriga, use maxicolares e brincos chamativos, e vista ou amarre um casaco na cintura. Opte por tecidos fluidos e decote em V para vestidos.

Para baixinhas: Escolha modelos em que a barra é logo abaixo dos joelhos e com a modelagem reta. É crucial o uso de saltos bem altos. Prefira aqueles que tenham o mesmo tom do vestido ou saia, ou em tons nude. Os modelos em tiras ou que deixem o peito do pé à mostra são os mais indicados.

MODELOS RODADOS

Dicas gerais: Esse modelo é o que mais lembra o estilo dos anos 60, e por isso é o mais procurado por aquelas que gostam de fazer a linha lady like. Nesse caso, dê preferência a modelos com gola Peter Pan ou de camisa em vestidos, que sejam de tecido leve ou maleável e que marquem bem a cintura. Aqui o uso de saltos é quase obrigatório, pois uma rasteirinha ou tênis vai achatar a silhueta de qualquer mulher.

Para Plus Sizes: Aqui a principal dica é, se você quer tirar a evidência dos quadris e diminuir a região, escolha peças lisas e de cor única. Prefira modelos com tecidos fluidos e em modelagem evasê (corte "A") ou godê.

Para baixinhas: Nesse caso a regra não muda: salto alto sempre!

Perceba que o comprimento midi não é restritivo, mas sim bastante sugestivo. Porém existe algo que temos de tomar bastante cuidado que é de não criar o visual "vovó" demais, e para isso não acontecer a dica é fazer um mix de estampas ou cores, e trabalhar bem a sobreposição de peças, para deixar o look mais atual.

Escolhemos algumas peças de lojas virtuais para você. Confira!

vitrine

Agora que você já sabe onde achar e como usar, selecionamos alguns looks de street style para você se inspirar. Dá uma olhada!

street-style-2

Comente esse post!

Deixe seu Comentário

Instagram Sigam o nosso perfil!